ABACAXI ATÔMICO

Senhores do Crime

25/02/2008

senhorescrime.jpg

O mais recente filme do diretor canadense David Cronenberg é Senhores do Crime, que mostra um pouco dos bastidores da ação da Máfia Russa na cidade de Londres. É um filme violento, com personagens sombrios, dúbios, misteriosos, bem conforme o estilo deste diretor, conhecido por seus filmes dos anos 80 como Na Hora da Zona Morta, A Mosca e os recentes Spider e Marcas da Violência. A heroína da história é Anna, interpretada pela atriz Naomi Watts, uma parteira que trabalha em um hospital de Londres. Próximo ao natal, ela realiza o parto de uma garota que acaba por falecer. Entre os pertences da moça, Anna encontra um diário, escrito em russo. Dentro do diário, está o cartão de um restaurante de comida russa.

Começa então uma trama interessante, que prende o espectador. Anna vai se envolver com tipos perigosos e violentos que têm como atividade principal o tráfico de mulheres do leste europeu. Os espectadores mais sensíveis devem evitar este filme, que exibe uma impressionante e sangrenta cena de luta em uma sauna com o excelente ator Viggo Mortensen, indicado ao Oscar deste ano por esta atuação.

É interessante o universo criado por Cronenberg. Apesar de lidar com um contexto realista, os personagens parecem bastante estilizados, flertando às vezes com o exagero, às vezes com o melodrama explícito. É a moça de meia idade em crise pessoal, o tio dela alcoólatra fracassado, o patriarca mafioso que impõe moral e seu filho mafioso banana que acha que manda alguma coisa. O filho mafioso banana tem um capanga que é muito mais esperto que o patrão e ainda tem um menino retardado na história. Ufa.

São clichês meio forçados, mas utilizados com inteligência. Trata-se de um contraste óbvio: o realismo e a tragédia misturam-se com chavões e sentimentalismo. Tudo é bem dosado, é verdade, mas em uma ambigüidade que pode desagradar. Talvez o único personagem realmente ambígüo e interessante seja justamente o tio de Anna, preconceituoso, amargo, bêbado e metido a valentão. Os outros nos atraem muito pouca compaixão, ou mesmo atenção. Tudo é muito frio e distante, como a Londres que serve de contexto para a trama.

Para compensar, a dureza do filme encontra um final menos cinzento. Um desfecho ao menos um pouquinho feliz para amolecer os corações não é de todo ruim, não é mesmo?

Avaliação: 2.gif

Ficha técnica:

Eastern Promises. Inglaterra / Canadá / EUA, 2007. Direção de David Cronenberg. Com Naomi Watts, Viggo Mortensen, Josef Altin, Mina E. Mina, Aleksandar Mikic, Sarah-Jeanne Labrosse, Raza Jaffrey, Sinéad Cusack, Jerzy Skolimowski, Vincent Cassel, Armin Mueller-Stahl. Cor, 100 min.

Site oficial: http://www.easternpromisesthemovie.co.uk/
Site IMDB: http://www.imdb.com/title/tt0765443/



Google